sexta-feira, 2 de setembro de 2011

NFS-e São José dos Pinhais (PR): emissão entrou em vigor dia 01/08/2011


Visando a agilidade e a comodidade das empresas e contribuintes de São José dos Pinhais, a Prefeitura lançou na quinta-feira (28) na Câmara Municipal o novo sistema de Nota Fiscal Eletrônica, que entrou em vigor a partir de segunda-feira (1º de agosto). Entre as vantagens estão a dispensa do processo de escrituração fiscal e a redução de custos.
A modernização do sistema da Prefeitura com a implantação da Nota Fiscal de Serviços eletrônica (NFS-e) visa ainda coibir a sonegação fiscal e aumentar a arrecadação, possibilitando maiores investimentos no município.
Nota Fiscal Eletrônica é emitida e armazenada eletronicamente em um sistema próprio da Prefeitura, integrando-se ao cadastro técnico e fiscal da administração. Ela segue as regras do Sistema Público de Escrituração Digital e pode ser enviada por e-mail para o contratante. O sistema GissOnline – ferramenta de escrituração digital com controle e gestão completa do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e Nota Fiscal Eletrônica - dispensa o processo de escrituração fiscal, pois escritura automaticamente todas as Notas emitidas via internet.
Segundo o secretário de Finanças, Álvaro Zukowski, por ser integrada ao livro eletrônico, a Nota facilita o trabalho dos contadores das empresas e também beneficia os contribuintes. "O sistema trará agilidade e eficiência, eliminará os erros de preenchimentos nos documentos de arrecadação e reduzirá os custos operacionais", afirma.
Além disso, por reduzir os custos de aquisição de papel e impressão, a Nota Fiscal Eletrônica contribui com o meio ambiente. "As empresas têm uma redução de gastos com papel e ainda é um incentivo à preservação do meio ambiente", ressalta Zukowski.
Durante o lançamento na Câmara Municipal o representante da Eicon - empresa parceira da Prefeitura e responsável pelo serviço – Paulo Souza, explicou o passo-a-passo da Nota Fiscal Eletrônica e esclareceu as dúvidas dos empresários. Ele destacou que as empresas que ainda não fizeram o recadastramento devem fazê-lo para utilizar o serviço. Para isso, basta acessar o endereço virtual:www.icadonline.com.br